QUESTIONAMENTO – A felicidade é quase nada?

Devido ao tempo chuvoso as plantas ficaram com muitas folhas e cresceram demais, me sentindo numa floresta pedi ao jardineiro que as podassem ao máximo.

Ao vê-las podadas senti uma enorme tristeza, algumas ficaram completamente nuas; levei alguns dias sem ir a área podada, hoje criei coragem e pensando em me desculpar fui vê-las e para minha alegria todas estavam renovando, até a goiabeira que foi a mais sacrificada, porque os galhos ao vento derrubando as telhas do telhado da varanda, o caule central com vários pontos renovando; fiquei tão feliz que a felicidade não cabia em mim e me lembrei do grande poeta Gonzaguinha “é a vida e é bonita, e é bonita…”, percorri toda a área, fui de planta em planta (e são muitas plantas), todas renovando.

A natureza é muito sábia e Deus é grandioso.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *