DIVERSOS – Pais e Filhos III

” Mesmo tendo contato com pessoas em outro ambientes, como a escola, por exemplo, é na família que a criança tem um ponto de referência fundamental. É no seio familiar que a criança busca apoio, recebe exemplos de comportamento e de atitudes e os coloca em ação no seu próprio dia a dia.

Na família, ela encontra amor, compreensão respeito e ajuda para desenvolver sua personalidade. Nela a criança busca segurança emocional, até que um dia partirá para também realizar seu próprio projeto de vida. Para isso é preciso que a relação entre os familiares e a criança seja harmoniosa, e que os laços de atenção, cuidado e amor sejam saudáveis. Criar um ambiente harmonioso é uma tarefa que exige dedicação e empenho, pois as pessoas que compõem a família são diferentes, com necessidades e interesses diversos. Essas necessidades e esses interesses acabam gerando conflitos, que precisam ser administrados. É preciso ter clareza de que conflitos de interesses e de opiniões sempre existirão; o que fazer então?

É preciso trabalhar em conjunto e enfrentar os problemas de frente; criar momentos para avaliar as mudanças ocorridas ou determinar quais mudanças são necessárias; fazer acordos e negociar possibilidades de resolução das situações conflituosas. É necessário que a família ensine a criança quais são os princípios corretos de convivência, que ajude na consolidação desses princípios no dia a dia e que a medida que a criança cresce, permita que ela possa exercer sua liberdade individual, dentro dos limites preestabelecidos. Nessa trajetória é fundamental explicar a criança que as escolhas e as decisões têm consequência, tanto positivas como negativas, e que devemos assumi-las.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *